terça-feira, 23 de março de 2010

Dez anos com Pés na Estrada (1999 - 2009)

Prof. josé Carlos

Durante o ano de 2009 postamos alguns textos e imagens referentes a comemoração dos dez anos de atividade do Projeto Pés na Estrada do Conhecimento. Idealizado em 1999 tem como propósito estimular o gosto pela pesquisa entre os estudantes da Educação Básica, na perspectiva da Iniciação Científica. Partindo do princípio de que a pesquisa é instrumento de aprendizagem, procuramos através de atividades sistemáticas torná-la elemento do cotidiano pedagógico.

Nesta perspectiva, entendemos que a pesquisa não é exclusividade dos pesquisadores da academia, antes é necessidade que deve ser estimulada desde a Educação Infantil. Sem desconsiderar as diferenças de objetivos no ato investigativo, existentes entre os diferentes níveis de ensino, as razões do pesquisar são as mesmas, ou seja o gosto pelo conhecimento ou a necessidade de dar respostas à determinados problemas.

Estimular desde cedo o exercício da autoria, possibilita o desenvolvimento de pessoas responsáveis e comprometidas com o ambiente em que vivem. Com o advento da internet, muitos jovens passaram a compreender que realizar uma pesquisa escolar requeria apenas o movimento em conjunto de algumas teclas ou comandos. O "ctrl-c" seguido de "ctrl-v", transferiria do mundo virtual para papel real as informações solicitadas pelo professor.

Assim, muitas pesquisas escolares aconteciam e ainda acontecem. A educação para o uso crítico da mídia, vai ao encontro da necesidade de formação do jovem pesquisador comprometido com o seu tempo. Neste sentido é que estimulamos o exercício da autoria. No dizer de Demo (1996, p. 24),


Entre tomar nota de um texto e saber fazer um texto, está claro que precisamos impulsionar principalmente a segunda instância, sem descartar a primeira. A importância está na necessidade crucial que a formação da competência tem de capacidade de formulação e elaboração própria. [...] esta dinâmica avança ainda mais quando se trata de saber fazer e refazer um texto, passando-se de leitor a autor. Aparecendo a elaboração própria, torna-se visível o saber pensar e o aprender a aprender.

Retomando o propósito deste texto e concluindo, comemoramos em dezembro de 2009 os dez anos do projeto. Com a presença de estudantes, alguns ex-alunos e professores, tivemos mais um momento de reflexão sobre a escola e seus propósitos.





Referência:

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. Campinas, SP: Autores Associados, 1996.

3 comentários:

Gustavo Garotti Scandiuzzi disse...

Olá amigos, vem aí a 2ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). As inscrições acontecem de 1 de junho a 6 de agosto.
Se puder, nos ajude a Divulgar! =D
A Olimpíada, composta por cinco fases online e uma presencial, é destinada a estudantes do 8º e 9º anos do ensino fundamental e demais séries do ensino médio, de escolas públicas e privadas de todo o Brasil.
Para orientar a equipe, formada por três estudantes, é obrigatória a participação de um professor de história.
A Olimpíada começa no dia 19 de agosto, dia nacional do historiador, data que celebra o nascimento e o centenário da morte do jornalista e historiador Joaquim Nabuco.
A iniciativa é do Museu Exploratório de Ciências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Em 2009, a ONHB inscreveu mais de 15 mil participantes e reuniu cerca de 2 mil pessoas na final presencial.
Mais informações acesse o site “www.mc.unicamp.br”
olimpiadadehistoria@gmail.com
Equipe Organizadora

Gustavo Garotti Scandiuzzi disse...

Olá amigos, vem aí a 2ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). As inscrições acontecem de 1 de junho a 6 de agosto.
Se puder, nos ajude a Divulgar! =D
A Olimpíada, composta por cinco fases online e uma presencial, é destinada a estudantes do 8º e 9º anos do ensino fundamental e demais séries do ensino médio, de escolas públicas e privadas de todo o Brasil.
Para orientar a equipe, formada por três estudantes, é obrigatória a participação de um professor de história.
A Olimpíada começa no dia 19 de agosto, dia nacional do historiador, data que celebra o nascimento e o centenário da morte do jornalista e historiador Joaquim Nabuco.
A iniciativa é do Museu Exploratório de Ciências da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Em 2009, a ONHB inscreveu mais de 15 mil participantes e reuniu cerca de 2 mil pessoas na final presencial.
Mais informações acesse o site “www.mc.unicamp.br”
olimpiadadehistoria@gmail.com
Equipe Organizadora

Alana disse...

boa noite e bem vindo